ARTIGO A importância da alta direção e lideranças em um Sistema de Gestão da Qualidade (Giani Esteves, Diretora da AGQ)

Ao longo de um pouco mais de 30 anos de existência, a norma ISO 9001 evoluiu de um conceito onde o foco era garantir a qualidade dos produtos através da padronização de processos (atuando mais no nível operacional das organizações), passando posteriormente para o nível tático a partir da versão 2000, quando introduziu o conceito de gestão de processos (onde as gestores deveriam monitorar e medir o desempenho dos mesmos, analisando resultados e definindo ações) e, a partir da versão 2015, a norma finalmente passa para o nível estratégico, trazendo um envolvimento direto da alta direção e uma visão de garantia da sustentabilidade do negócio.

Apesar de toda as versões anteriores requererem a participação da alta direção no sistema de gestão da qualidade, seu papel estava mais ligado a análise do sistema e garantia de recursos. Entretanto a partir desta última versão as diretrizes estratégicas passam a ser a base do SGQ, ou seja, nunca houve uma versão tão ligada a gestão da organização quanto esta. Agora não temos mais os "processos estratégicos" e os "processos da ISO", temos "os processos da empresa", alinhados para atingir as metas do negócio.

Também é importante citar que o papel de Representante da Direção (assumido comumente por alguém ligado a área da qualidade para apoiar a construção e manutenção do sistema junto às demais áreas, mas que muita vezes acabava "carregando o SGQ nas costas") não existe mais, sendo extinto justamente com o intuito de que os gestores e líderes assumam este papel em suas áreas se envolvendo, além da atividade fim para a qual foram contratados, com o tratamento das suas não conformidades, com o treinamento de seus funcionários, com a análise e avaliação dos resultados dos seus indicadores de desempenho e com a gestão dos riscos e oportunidades estratégicos e operacionais ligados à seus processos.

Essa é a visão da ISO 9001:2015, alinhar processos e lideranças às estratégias, trazendo resultados reais e agregando valor ao negócio.

Confira também:

8 Dicas para Aproveitar ao Máximo o Feriado em Família

A Armadilha da Análise da Causa (Antonio Kossmann Miozzo - Consultor da AGQ)

A Rotina do “Círculo Vicioso” e o ponto de corte para o “Círculo Virtuoso” (Antonio Kossmann Miozzo - Consultor da AGQ)